A história do miniapartamento começou em 2007. O jovem casalzinho que já namorava havia uns bons anos resolveu juntar os trapos e saiu em busca de um teto. A idéia era encontrar algo simples, tipo 2 quartos, uns 75m². Prá começar a vidinha a 2, sabe? Exigências dessa que vos escreve eram varanda e piscina. Suíte seria interessante, mas dava pra viver sem. Foram uns 4 meses de visitas, com direito a corretores-malas, apês-roubada e apego ao apê fofo mas absurdamente caro. Até que um dia resolvemos nos desvencilhar das imobiliárias e dos corretores e parar de ficar fuçando na internet e fomos à luta: elegemos as ruas da região escolhida que mais nos interessavam e saímos tocando os interfones (não sem antes dar uma olhadinha no tamanho do prédio, estado de conservação e quantidade de janelinhas, prá saber quantos quartos tinha…).
Até hoje o marido gosta de me azucrinar dizendo que foi ele que achou o miniapê. Mas dou o braço a torcer: a princípio não me interessei muito pela fachada do prédio e, como não tinha nenhuma plaquinha, achei que não ia ter nada para vender. Mas tinha. E foi paixão a primeira vista. Um apartamentico lindo, com um piso ma-ra-vi-lho-so de madeira “de verdade”, armários de cozinha ótemos, varanda gostosinha… enfim,  impecável, com apenas 5 anos de ocupação. O dono era um moço fofo, que até deixou o fogão (que, se tinha sido usado 3 vezes, era muito) para nós.
A planta original tinha 2 dormitórios, mas o moço fofo havia aberto um deles, o que, somado à cozinha americana, dava ao imóvel uma carinha de studio mudérrrno . Ideal para uma pessoa mudérrrrna. Só que éramos dois, né? Bom, depois de pensarmos bastante, pesarmos os prós e os contras, decidimos que era ele. Afinal, precisaríamos apenas colocar armários no quarto e pintar, pois estava como novo.
Foi assim que começou meu caso de amor com o miniapê. A idéia era ficar uns anos e depois partir para o “sonho da casa própria maior”, mas por enquanto vamos ficando por aqui, no nosso cafofo de 57m²!

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem